Páginas

6 de julho de 2010

A ultima lágrima de um poeta,

 Eu a vi caminhando em minha direção e sorri, ela sorria consigo mesma, caminhava destraida e desajeitada pela rua, ajeitou o cabelo 5 vezes pelo que eu pude contar, quando o vento batia jogando seu cabelo para traz ela começava a andar de costas para que ele fosse jogado para frente.
 Ela era só mais uma garota andando pela rua, mas uma garota  comum, com manias bastante estranhas, e isso me fazia sorrir cada vez mais, ela olhou em minha direção e franziu o cenho, e depois começou a rir freneticamente, devia ser bem engraçado mesmo ver uma pessoa rindo de um modo idiota na rua, ela se virou para mim, ajeitou mais uma vez o cabelo, seus olhos se fixaram aos meus e ela movimentou a mão devagar em um aceno singelo !
 Olhei para os lados e para traz , e não havia mais ninguém aquele singelo aceno era para mim, eu senti o sangue pulsar em minhas bochechas e acenei de volta ! Comecei a caminhar em sua direção, eu não fazia ideia do que dizer, ou fazer, mas eu fui atraido como que por um imã por ela !
 - Olá. - eu disse com a voz falhando
 - Olá . - ela disse ainda sorrindo
- Qual o teu nome ?
- Alana , e o teu ?
- Gabriel !
- prazer, ah eu tenho que ir !
Ela saiu e eu não fiz nada, só a olhei partir, desde então venho pegando o mesmo caminho, sentando-me no mesmo banco e escrevendo pequenos poemas, chorando grandes lágrimas.
 Até que um dia eu a vi, novamente passando por la, sorrindo, destraida e desajeitada, eu acenei, e ela veio em minha direção, antes que ela pronunciasse qualquer coisa que me fizesse tremer , eu li o que havia acabado de escrever :
    Nunca eu havia imaginado, poder sentir algo tão inusitado
algo que me fizesse tremer e chorar
por uma garota que havia visto passar,
amor era o que eu sentia
por ela, minha menina singela,
que sorria desajeitada
enquanto tomava meu coração !
Ela tocou meu rosto,e me abraçou, e uma ultima lágrima caiu de meus olhos, mas não uma lágrima de desespero ou vazio como as que ja havia derrubado ali. Essa foi uma lágrima de felicidade!

3 comentários:

  1. pqp, millene... mto profundo, vc tem talento... escreve mto bem...

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir